Recuperação da Fachada do Edifício Sede da Celpe

O edifício de operações da CELPE, localizado na Av. João de Barros, 111 – Soledade, Recife apresenta patologias em sua fachada, a Construtora Civil foi convidada a participar da Coleta de Preços para a execução dos serviços de reforma da fachada. Todo o projeto estava programado e foi realizada dentro do prazo de execução de 12 meses.

Diante das manifestações patológicas ocorridas nas fachadas em revestimento cerâmicos -Norte, Sul e Oeste – do Prédio da CELPE/PE, que apresentam certo grau dedesplacamento; fissuras verticais, horizontais e mapeadas; delaminação de reboco, entreoutros sintomas, foi definido um procedimento para determinação de diagnóstico, mecanismo de deterioração e terapia das manifestações.

Inicialmente, foi realizado uma vistoria técnica completa de todas as fachadas, catalogando fissuras e demais sintomas de manifestações, assim como o registro ordenado de cada fachada.

Uma análise dos tipos de mecanismos de degradação foi então definida, baseando-se no grau de ocorrência e de recorrência das fissuras, assim como, na direção e dimensão da abertura das mesmas.

As fachadas ou panos, foram então subdivididos em grupos cujas características e propriedades fossem as mais homogêneas possível, de modo que as amostras pudessem refletir o estado mecânico e físico de determinada região.

A avaliação dos resultados dos ensaios de aderência foi o passo seguinte. O resultado de aderência, a forma de ruptura, o tipo de ruptura e o estado de fissuração do local, foram as variáveis analisadas.

Com base na análise dos resultados preliminares de resistência à aderência realizado, encomendado pela Construtora Civil, foi determinado os locais onde serão dispostas as juntas de movimentação, dessolidarização e de dilatação estrutural, assim como as áreas a serem demolidas e recuperadas da primeira etapa dos serviços de recuperação da fachada supracitada

Por fim realizou-se os serviços conforme projeto de fachadas.